Fala Agentes e Reseters!
Fomos a pré-Estreia de Star Trek: Sem Fronteiras… E digo que para os fãs mais calorosos…. Vale sim o ingresso!! Confira o que achamos da nova Jornada.startreksemfronteiras_6-750x380
Vendo que os últimos filmes da franquia tendem para o lado da ação com uma formula a la Star Wars, o que pode gerar conflito entre o publico Xiita e Civil na hora de assistir a película. Principalmente pela lógica que essa realidade aborda, é visto que o roteiro não se preocupa em apenas usar o que já está estabelecido para criar uma nova trama, apesar de que os fãs certamente vão saber o que está acontecendo com 20 minutos de filme,o roteiro não tenta esconder nada que vocês fãs já não saibam.
NEpZY55Fc71Dst_1_b
Agora vocês devem estar se perguntando… Como isso pode ser bom?
Simples, ele se resolve trabalhando exclusivamente com o Elenco principal… não apenas Kirk e Spock, toda a equipe de exploração da Enterprise incluindo a própria nave, se tornam seus personagens com pontos definidos e frases ditas em momentos certos. Não são frases repetidas tiradas dá série e sim criadas com o contexto para serem ditas, diálogos e dicotomias entre os exploradores sempre com aquele pedigree de Ilustração Cientifica. Simplificando tudo de forma que o publico possa entender, é uma piada recorrente que a série original sempre adotou e que era pouco explorada nessa nova realidade, até agora…
Star-Trek-Sem-Fronteiras-1050x591
Certamente eles acertaram na mudança de paradigma, encontrando seu próprio lugar no universo onde o roteiro finalmente usa a desculpa da ficção para discutir filosofia. O que é proposital para os sommeliers da série original se deliciarem, com as criticas internas, já que ação pela ação nunca foi o forte da original e que de certa forma gera alguma identidade.
Era comum ver Kirk rolando no chão enquanto nocauteava uma tropa inimiga,era o máximo de adrenalina física que a série conseguia passar.
ImperfectThoughtfulKudu

O famoso ataque tesoura de Kirk em Khan

Os tempos mudaram…
Sem discordar do aspecto Star Wars utilizado, a ação se faz presente, agora bem mais rápida e urgentes, mas bem dirigidas, mostrando a competência de Justin Lin no gênero.
beyond-2
O antagonista Krall vivido por Idris Elba (Pacif Rim) cumpre bem o papel, demonstrando a capacidade de Elba como ator, e comprovando que ele sim, é digno a fazer qualquer papel. Apesar de suas motivações no filme serem entregues em uma hora pouco propicia, e claro a nova integrante Sofia Boutella (Kingsman) que da vida a Jaylah, uma Engenheira adorável, durona e independente que certamente ganhara um fã clube em breve. É a personagem que está sempre interagindo e acompanhando o resto do elenco, flertando com todos os lados “você me ajuda e eu te ajudo“, ela tem o carisma de uma jennifer lawrence, podemos dizer.
NEFqiTPw04K6IL_1_b
Simon Pegg continua brilhante com o seu Scotty, estando bem mais sarcástico e atento a equipe. Sulu recebe uma atenção deveras maior com foco naquilo que Star Trek sempre fez, quebrar tabus dentro de seu universo, o que até então não tínhamos na franquia. Uhura enfrenta dilemas pessoais, mas se mantem focada na equipe dividindo a atenção entre os grupos.
Star-Trek-Beyond-Uhura-poster-header
O trio está de volta, ou como era chamado, a panelinha, Kirk, Mccoy e Spock. Agora temos tudo aonde tudo deveria estar, Capitão kirk liderando, capacitando e inspirando todos a irem ao desconhecido,mesmo com seus questionamentos por todo o filme, com a cobrança pessoal que tem relação  com seu pai. Spock e sua Logica camuflada de opinião sincera, com bons conselhos sobre o que o rodeia e Mccoy/Magro, sendo o lado do publico dentro dessa jornada, questionando tudo que seja questionável, já que nos filmes anteriores ele só era uma escada para piadas e soluções de problemas.
Star-Trek-Beyond-img-4
A trilha sonora se mantem no nível audacioso da franquia (Michael Giacchino bitches),com bons easter eggs e um carinho com todo o universo de jornada nas estrelas.
Chekov continua excelente, como sempre esteve em todos os demais filmes. Anton Yelchin (Green Room) criou um personagem bem diferente daquele que conhecíamos e que se encaixou perfeitamente na nova franquia. Divertido e Hiperativo, sempre enérgico com soluções rápidas, sem duvida um bom tripulante, “yo mayo”.
636045314687273389-STB-02240R
É Claro que as Homenagens não são apenas divertidas, algumas comoventes e cheias de esperança, mostrando o lado sempre otimista da franquia, que nos últimos anos perdeu duas figuras publicas muito importantes para os fãs e que claro, o filme fez questão de abordar tudo isso. Elevando-os e prestando condolências a um mar de fãs, é algo que representa muito bem o sentimento, “vida longa e próspera”.
957398-entreprise-geek-hand-kirk-logical-long-life-and-prosper-mr-spock-nerd-old-school-original-pi-space-spock-star-trek-tos-universe-uss
A Nova jornada deve agradar a gregos e troianos mostrando uma aventura honesta e que cumpre mais do que promete, olhando e ouvindo os fãs de longa data e prestando atenção ao novos.
Star-Trek-Beyond-Insignia
Star Trek: Sem Fronteiras garante que sua jornada ao cinema será muito divertida.

NOTA: 4.0